Diário da Região

01/05/2018 - 00h30min

EU NO MUNDO

A modelo Monalisa Queiroz apresenta o México

Modelo rio-pretense foi selecionada por agência mexicana e mudou-se para o país. Ia ficar seis meses, mas adaptou-se rápido e não tem planos de voltar tão cedo

Arquivo Pessoal A rio-pretense Monalisa Queiroz, 34 anos, mora 
no México
A rio-pretense Monalisa Queiroz, 34 anos, mora no México

Após os 30 anos, a rio-pretense Monalisa Queiroz já se acostumava com a ideia de que o fim de sua carreira de modelo estava próximo. Até que foi descoberta pelos mexicanos e descobriu o México. Paixão mútua que a fez realizar o sonho de viajar o mundo e viver experiências que sempre quis.

"Sempre quis ter uma experiência internacional e fui convidada pra ir a outros países, mas na verdade nunca tive coragem. Já estava estabilizada em Rio Preto, tinha meu trabalho e ainda fazia algumas coisas como modelo, mas não era mais o foco da minha vida, afinal já não sou tão nova como as 'new faces', que viajam para trabalhar como modelo internacional", diz.

Monalisa tem 34 e há um ano e três meses mora na Cidade do México. Ela foi escolhida em uma seleção internacional para uma agência da capital mexicana. "Eu era o perfil, mas outras meninas foram escolhidas para ir antes de mim. Então comecei a pensar na possibilidade de viajar (pelo mundo). Comecei todo um trabalho psicológico, afinal já não pensava mais nisso. E depois de dois anos aqui estou."

A intenção era ficar seis meses. "Mas me apaixonei por essa cidade e por esse país." O que mais impressionou Monalisa é a história mexicana. Não era tão interessada antes da mudança, mas ver e ouvir a fez mudar de ideia.

"Quando estamos em outro país parece que as coisas se intensificam e você começa a querer conhecer toda a história e lugares possíveis. A história dos Maias e Astecas é impressionante. As ruínas estão por todo o México. As construções deixadas pelos espanhóis são de tirar o fôlego," diz, completando que o país é o segundo que mais museus no mundo tem.

Outra vantagem mexicana é o mar do Caribe, que encantou Monalisa. "Todos os tons de azul e verde estão por lá. E as passagens daqui pra Cancun são muito baratas. Já fui algumas vezes e nunca me canso de ir."

Caos mexicano

Mesmo diante de todo o caos da Cidade do México, Monalisa diz que a qualidade de vida é boa. E sente-se mais segura por lá do que quando morava em São Paulo, onde ficou por dez anos a trabalho. "Moro em um bairro familiar e adoro os velhinhos que vivem aqui. São muito amáveis e sempre têm uma história pra contar do seu país. Os mexicanos são muito receptivos com os estrangeiros."

E são muitos os estrangeiros que vivem por lá. Monalisa já conviveu e fez amizades com uma porção deles. Brasileiros de todos os estados, além de americanos, argentinos, canadenses, colombianos, cubanos, espanhóis, franceses, italianos, venezuelanos e até russos. "Já morei com gente de todo o mundo. Não é fácil, as culturas se chocam, mas agora tenho amigos espalhado por todo o mundo. Meus amigos são minha família nesse momento. E eu tive sorte."

A saudade dos familiares é o maior complicador para Monalisa. Junto com os terremotos. Já enfrentou três no período de um ano. "Foi assustador e não tem o que fazer, é esperar e se prevenir. O passaporte e a chave sempre estão à mão pra qualquer emergência."

Cerveja x tequila

A rio-pretense vê semelhanças entre brasileiros e mexicanos. Ambos os povos são alegres e festeiros. "A diferença é que bebemos cerveja e eles, tequila. E como bebem, meu Deus. Não sei como aguentam." O paladar dos mexicanos é mesmo forte, porque além da tequila abusam da pimenta. "Viver aqui é maravilhoso, mas nunca vou me adaptar à comida. Muito apimentada."

Monalisa já recebeu a visita dos familiares, que ficaram encantados com o país. Mas ela ainda não retornou ao Brasil depois da mudança. Isso deve acontecer em junho, quando estará de férias. Espera matar a saudade do pastel do Mercadão, do cachorro-quente do Centro e de coxinha. "Tem muito restaurante brasileiro aqui, dá pra matar um pouco da saudade da comida, mas nada comparado à comida feita em nosso País."

Cidade do México, México

  • Continente: América
  • Habitantes: 8,8 milhões
  • Brasileiros no país: 14 mil
  • Distância até Rio Preto: 7 mil km
  • Fuso horário: duas horas a menos

Curiosidades

  • O país está localizado no Anel de Fogo, área propícia a terremotos e erupções de vulcões.
  • Chocolate, milho e a maior parte das pimentas foram cultivadas pela primeira vez no território mexicano, pelas civilizações pré-colombianas.

Não deixe de...

conhecer:

  • A Basílica de Guadalupe, padroeira do México, que é a segunda mais visitada do mundo, atrás apenas da Basílica de São Pedro, no Vaticano.
  • Os museus mexicanos, que contam a história dos períodos Maia e Asteca.

provar:

  • As Roscas del Rey, prato típico da época dos Reis Magos.
  • A chipotle, uma das diversas variedades de pimenta encontradas no país.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso