Diário da Região

    • -
    • máx min
13/06/2018 - 00h30min

Dia de Santo Antônio

Jovens mantêm simpatias e fazem rezas na tentativa de encontrar seu par

Em plena era digital, marcada pelos relacionamentos a distância, fé no casamento preserva fama de santo junino

Guilherme Baffi 12/6/2018 Naomy e o noivo Pedro: casal atribui a Santo Antônio a união dos dois
Naomy e o noivo Pedro: casal atribui a Santo Antônio a união dos dois

Preces e mais preces. Trezenas. Muitas simpatias - colocar o canto de cabeça para baixo e retirar o menino Jesus de seu colo, por exemplo - , além de passar debaixo de todas as bandeiras possíveis. Em uma época na qual a internet e as redes sociais 'aproximam' as pessoas e possibilitam conhecer muita gente, jovens ainda recorrem à tradição de simpatias para pedir a intercessão de Santo Antônio, celebrado neste 13 de junho, para subir ao altar com um grande amor.

Amigas de infância, a estudante Naomy Carolline Augusto de Jesus, 25 anos, e a administradora de empresas Franciele Oliveira Lucas Alves, 25 anos, afirmam que contaram com a ajudinha providencial do santo para conhecer, respectivamente, o noivo e o marido.

Desde o pedido de namoro, Naomy acredita que vive um sonho. O noivo, Pedro Henrique dos Santos Neves, 27 anos, pediu permissão aos pais dela para começar o relacionamento. Hoje, eles estão planejando o casamento.

"Tudo que podíamos fazer para dar certo, a gente fazia. Foram muitos Dia dos Namorados que passei com a Franciele, depois rezávamos e fazíamos simpatias pedindo para Santo Antônio", diz Naomy, que completa: "Santo Antônio me atendeu, exatamente, na forma que eu pedi. Ele age na hora certa porque me mandou uma pessoa cúmplice, leal, sincera e companheira."

Franciele foi a primeira a se casar. Ela conheceu o marido, o administrador Gabriel Alves Silva, 28 anos, quando ainda eram crianças e frequentavam a igreja Nossa Senhora do Carmo. Começaram a namorar em janeiro de 2014. O casamento veio em abril de 2016, ocasião em que a devota de Santo Antônio jogou um buquê de Santo Antônio para as amiagas, ao invês de jogar o tradicional buquê de flores. Naomy conseguir pegar um, que guarda até hoje. "Acredito que tivemos a ajuda de Santo Antônio depois de tantos anos de orações. Todas as nossas amigas casavam, menos a gente. Chegou um momento que Santo Antônio nos atendeu", diz a administradora.

Programação

Paróquia Santo Antônio de Lisboa

  • 7h - Missa com benção e distribuição de pães
  • 15h - Missa com benção e distribuição de pães
  • 18h - Procissão e missa com benção e distribuição de pães. Em seguida, é realizada quermesse
  • R. Tocantins, s//n, Jardim Fuscaldo. Telefone: 3224-2274

Paróquia Santo Antônio de Pádua

  • 6h - Missa com benção e distribuição de pães. Em seguida, um café da manhã no salão paroquial
  • 20h - Missa com benção, distribuição de pães e benção da relíquia de Santo Antônio. Em seguida a procisão
  • R. Natalina Cais da Silva, 141, Jardim Santo Antônio.
  • Telefone: 3236-8593

Paróquia Menino Jesus de Praga

  • 19h30 - Missa com benção de pães
  • R. Teodoro Demonte, 465, bairro São Manoel

Basílica Aparecida de Rio Preto

  • 7h, 12h, 15, e 19h30 - Missa com benção de pães
  • De hora em hora, logo após a missa das 7h até às 15h
  • Praça Dom Lafayete Libânio, s/n, bairro Boa Vista.
  • Telefone: 3231-2050

Dia tem celebração e oferta de pães

Devotos celebram nesta quarta-feira, 13, o dia de Santo Antônio. A festa teve início com trezena, que está sendo realizada desde o último dia 1° em várias igrejas de Rio Preto e região. Também são realizadas missas, bênçãos e distribuição de pães.

O "Pão de Santo Antônio" remonta a um fato curioso: Antônio comovia-se tanto com a pobreza que, certa vez, distribuiu aos pobres todo o pão do convento. O frade padeiro ficou em apuros, quando, na hora da refeição, percebeu que não tinha o que oferecer. Santo Antônio orientou que verificasse melhor o lugar em que os tinha guardado e, para surpresa, os cestos transbordavam de pão.

A paróquia Santo Antônio de Lisboa, no Jardim Fuscaldo, tem três horários de missa nesta quarta, além de procissão e quermesse. Com 45 anos de tradição, a igreja deve receber pelo menos mil pessoas por missa. A expectativa é de que pelo menos 10 mil fiéis passem pelo local. Ao todo, 30 mil pãezinhos serão distribuídos, seguindo a tradição que promete fartura para quem levar o alimento para casa.

Na paróquia Santo Antônio de Pádua, no bairro Santo Antônio, zona norte, haverá missa e bênção de pães e da relíquia do santo, além de café da manhã.

O santo casamenteiro

Um dos santos mais conhecidos do Brasil, Santo Antônio nasceu em 1195, na cidade de Lisboa, Portugal, e foi batizado com o nome de Fernando. Desde criança se dedicava a fazer orações pedindo proteção à Deus. De família rica, de sobrenome Bulhões, por volta dos 15 anos decidiu abrir mão de toda a sua riqueza e entrou para um convento da ordem agostiniana. Aos 20 anos ingressou na Ordem dos Franciscanos.

A saúde de Santo Antônio foi sempre muito debilitada e por conta disso se recolheu em um convento nos arredores de Pádua, na Itália, e lá ficou até os seu último dia. Antônio morreu em 13 de junho de 1.231 e foi canonizado apenas 11 meses após a sua morte pelo Papa Pio XII.

Santo Antônio ficou conhecido como o santo casamenteiro em razão da ajuda que dava a moças humildes para conseguirem um dote e um enxoval para o casamento. Reza a lenda que, certa vez, em Nápoles, havia uma moça cuja família não podia pagar seu dote para se casar. Desesperada, a jovem – ajoelhada aos pés da imagem de Santo Antônio – pediu com fé a ajuda do Santo que, milagrosamente, lhe entregou um bilhete e disse para procurar um determinado comerciante. O bilhete dizia que o comerciante desse à moça moedas de prata equivalentes ao peso do papel. O comerciante imaginou que o peso daquele bilhete era insignificante. Mas, para sua surpresa, foram necessários 400 escudos da prata para que a balança atingisse o equilíbrio. A jovem, então, pode, se casar seguindo o costume da época. A partir daí, Santo Antônio se tornou conhecido como “O Santo Casamenteiro”. (TP)

 

Confira algumas simpatias para pedir ajudinha de Santo Antônio:

Para começar um namoro
Você precisa de uma rosa e do seu perfume preferido. É bem simples: retire os espinhos da rosa e coloque-as dentro do perfume. Em seguida, reze para o Santo Antônio para que ele tire todos os obstáculos do caminho. A partir daí, passe a usar este perfume toda vez que for encontrar o candidato a namorado, e logo mais este relacionamento se fortalecerá.

Para se casar
Se você quer subir ao altar logo, pegue um lenço seu e consiga que seu amor te dê um lenço dele. Aproveite para limpar os lábios dele com o pano. Depois guarde-o com seu lenço atado por um nó bem forte. Você deverá ficar três dias sem ver seu amor. Após este tempo, desfaça o nó nos lenços e morda as quatro pontas do dele. Devolva o lenço para ele e deixe o seu aos pés de Santo Antônio na Igreja.

Para esquecer ex
Em um domingo, vá a uma igreja do Santo e leve uma vela branca. Acenda a vela no altar de Santo Antônio, peça a ele para ajudá-la a esquecer e só saia quando a vela estiver apagada. Faça isso por três domingos consecutivos, que no quarto seu coração já estará aliviado.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso