Diário da Região

    • -
    • máx min
01/07/2018 - 00h00min

CIRURGIA COM MENOS RISCO

Implante de silicone: pós-operatório exige cuidados e impõe restrições

Usar o período de férias para se submeter a uma cirurgia plástica pode ser a melhor estratégia para uma boa recuperação

Freepik/Divulgação Mulher de repouso
Mulher de repouso

Saradas e com seios maiores. Esse é o sonho de muitas mulheres no Brasil. Dados da Sociedade Brasileira de Cirurgia Plástica (SBCP) mostram que os procedimentos mais realizados atualmente são lipoaspiração (remove os excessos de gordura) e implante mamário de silicone. Como qualquer cirurgia, o aumento das mamas requer diversos cuidados no pós-operatório que devem ser seguidos rigorosamente para alcançar um bom resultado e evitar complicações.

Usar o período de férias para se submeter a uma cirurgia plástica pode ser a melhor estratégia para uma boa recuperação. "Como neste período o paciente está em casa, mais tranquilo, ele tem tempo para uma boa recuperação pós-operatória, podendo voltar as suas atividades sem dores, ou possíveis problemas causados por não fazer o repouso corretamente", afirma o cirurgião plástico André Reda.

Se você está pensando em aproveitar o inverno para aumentar os seios, é preciso estar consciente dos cuidados que deverão ser adotados e das restrições impostas no pós-operatório.

Sua parte no sucesso

1- Movimentação dos braços: Restringir os movimentos dos braços no pós-cirúrgico é muito importante. Ao mover os braços, o músculo peitoral que sustenta as mamas também se movimenta, e isso pode afetar a recuperação e a cicatrização. Em um período de 30 dias a paciente não deve levantar os braços num ângulo maior que 90º. Os movimentos devem ser lentos.

2- Repouso: O repouso da cirurgia de mamas é relativo. Embora haja a restrição dos movimentos dos braços, é importante que a mulher faça pequenas caminhadas ao longo do dia para movimentar as pernas e prevenir a trombose venosa profunda (TVP), que pode levar a uma embolia pulmonar, acidente vascular cerebral (AVC).

3- Posição de descanso: Durante 60 dias após a cirurgia, a mulher precisará dormir de barriga para cima. É importante para prevenir deslocamento da prótese ou até mesmo sangramentos.

4- Dirigir automóveis: O ideal é esperar pelo menos duas semanas para dirigir, principalmente carros que não são automáticos e precisam da troca de marcha.

5- Atividade Física: Pequenas caminhadas estão liberadas. Porém, aulas aeróbicas, corrida, pilates, ioga e natação, por exemplo, só devem ser feitas após 60 dias.

6- Levantar ou carregar peso: Para as mulheres que são mães de crianças de colo, por exemplo, é recomendado não levantar a criança do chão.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso