Diário da Região

02/09/2018 - 00h00min

EMIRADOS ÁRABES

Diversão à altura de todos

Dubai, um dos principais centros de negócios do mundo, também é destino para as crianças

Divulgação Dubai Aquarium, com mais de 400 espécies de peixes
Dubai Aquarium, com mais de 400 espécies de peixes

Uma cidade conhecida por sua riqueza e imponência, erguida sobre o deserto. Deserto onde se instalou o maior prédio do mundo, o maior shopping em área total, o maior hotel, o maior jardim de flores, a maior pista de esqui indoor do planeta (pois é, tem gelo no deserto). Terra de recordes e dona de um ar tecnológico-futurista digno de filme de ficção científica, Dubai, cidade e mais populoso emirado (de mesmo nome) dos sete que compõem os Emirados Árabes Unidos, cresceu tanto nos últimos dez anos que virou centro mundial de negócios e fez do impossível possível.

Há 12 anos em Dubai, o guia brasileiro João Elton Bezerra, da Alpha Tours, é testemunha da transformação da região e enaltece os recordes e os projetos do Sheik Mohammed bin Rashid Al Maktoum. "Eles detêm uma tecnologia que faz chover no deserto", diz, emendando logo depois. "Ali vão construir a primeira floresta tropical do Oriente Médio."

"Eles" também querem construir uma montanha, trazer um iceberg e erguer uma cidade em... Marte. Coisa de gente grande, não é? Há controvérsias.

Dubai é cobiçada por turistas brasileiros não apenas em viagens de negócios, "esticadas" nas conexões para a China e em outras experiências "para adultos". De acordo com a empresa Kayak, plataforma de planejamento de viagens, Dubai já é em 2018 o quarto lugar mais buscado por brasileiros na Ásia, atrás de Bangkok, Tóquio e Tel Aviv. Com parques temáticos, praias tranquilas e equipadas, jardins, aquário, zoológico e passeios bacanas como o de balão sobre o deserto, é destino para a família toda.

Visto gratuito

Mas é preciso organizar bem a viagem (um guia falando em português e conhecedor da cidade é uma mão na roda) e reservar pelo menos uma semana para visitar os principais pontos turísticos. Atrações como o arranha-céu Burj Khalifa, a ilha Palm Jumeirah (que, com outras duas, forma as Palm Islands), os souks (mercados) e o deserto não estão exatamente próximas, apesar de a cidade ser pequena e o deslocamento, rápido.

Os parques também demandam tempo para serem explorados como merecem. Hospedar-se nos bairros centrais de Dubai, que concentra o maior número de hotéis da cidade, com fácil acesso a estações de metrô e às outras regiões da cidade, é uma boa ideia.

E dê preferência aos meses de novembro e março. Dubai é sempre muito quente e, no verão, é desagradável fazer alguns passeios externos, ainda mais com crianças.

Para quem está preocupado com a dificuldade de levar todo mundo da família, a boa notícia: desde junho, o visto de brasileiros para Dubai é gratuito, o que reduz os custos da viagem.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso