Diário da Região

30/09/2018 - 00h30min

SAÚDE

HB realiza mutirão contra catarata

Atendimentos foram realizados no Centro Oftalmológico durante todo o sábado

Divulgação/Hospital de Base Pacientes durante o mutirão da catarata na manhã deste sábado, dia 29, no Hospital de Base
Pacientes durante o mutirão da catarata na manhã deste sábado, dia 29, no Hospital de Base

O Hospital de Base (HB) de Rio Preto promoveu um mutirão de catarata neste sábado, 29, das 7h às 19h, no seu Centro Oftalmológico. O objetivo era reduzir a fila de espera pelo procedimento cirúrgico na cidade e região. Ao todo, 24 pacientes foram convocados para realizarem cirurgias. Dessas, 22 pessoas compareceram ao hospital, foram operadas, passaram pela recuperação e seguiram para suas casas após algumas horas da intervenção. Alguns pacientes aguardavam pelo procedimento desde 2016.

A enfermeira Jéssica Chiachio afirma que a equipe do HB decidiu realizar o mutirão para agilizar os procedimentos cirúrgicos de pacientes com catarata e, consequentemente, melhorar a qualidade de vida deles. A equipe foi formada por seis cirurgiões, um anestesista, seis técnicos de enfermagem, uma enfermeira, um auxiliar administrativo e duas auxiliares de limpeza.

Os pacientes que passaram pelo procedimento representam 20% do total de cirurgias de catarata que o HB realiza, pelo Sistema Único de Saúde (SUS), todo mês. O valor investido no mutirão não foi informado.

A aposentada Benedita Balduino Tangerina, de 67 anos, de Santa Adélia, foi uma das pacientes que passou pelo procedimento cirúrgico no olho direito. Diagnosticada com catarata há aproximadamente quatro anos, ela sempre se queixou da perda de visão. Agora, ela está otimista em voltar a enxergar melhor e, depois da recuperação, conseguir operar o olho esquerdo também. "Estou contente e não senti dor alguma. É um alívio".

Quem aguardava ansiosa pelo procedimento no olho esquerdo era a costureira de Rio Preto Elizabete Lionese Bachini da Silva, de 66 anos. Ela descobriu a catarata há aproximadamente dois anos, quando começou a ficar com a visão embaçada. "Agora estou feliz. A vida sem cor é sem sentido. A vida sem o colorido não tem graça", revela.

Outro paciente convocado para o mutirão foi o aposentado Ildo Freitas Peres, de 79 anos. Ele saiu de Jales de madrugada para chegar ao HB logo cedo e ser operado. Há cinco anos, ele convivia com os sintomas da catarata e usava colírios para aliviar os sinais da doença. "Em um dos olhos, eu quase já perdi a visão. Espero que a cirurgia melhore minha saúde e eu tenha qualidade de vida".

Jéssica afirma que os pacientes foram selecionados de acordo com a gravidade do grau da catarata. Cerca de 40 foram previamente escolhidos. No entanto, alguns já tinham passado pelo procedimento em outros serviços ou desistiram da cirurgia por medo. Dos convocados, 11 passaram pelo procedimento na parte da manhã e 11 no período da tarde. Dois não compareceram. Cada cirurgia durou cerca de 40 minutos.

A catarata

A catarata provoca opacidade parcial ou total na região do olho chamada de cristalino. A oftalmologista Carolina Assis Pereira Vilela afirma que a cirurgia da catarata consiste na substituição desta estrutura, que não permite mais transparência, por uma lente artificial, que vai voltar esta permeabilidade à luz completa. O índice de recuperação satisfatória chega a 90% dos casos.

Uma das principais causas de perda de visão, a catarata é mais comum em idosos, pois a doença está associada ao envelhecimento. Pessoas diagnosticadas com diabetes e glaucoma têm predisposição a ter um quadro mais precoce.

O principal sintoma é a diminuição da visão, tanto quantitativamente quanto qualitativamente. "É quando o paciente começa a ter diminuição da sua capacidade de execução para atividades do cotidiano, como ler e dirigir à noite. É preciso fazer exames e, se a redução em decorrência da catarata é comprovada, o paciente deve passar por cirurgia. O tratamento para a catarata é cirúrgico", afirma Carolina. A médica revela que a intervenção é segura e com tecnologia avançada.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso