Diário da Região

03/10/2018 - 00h30min

PROGRAMA

Mostra discute longevidade no Sesc

Especial celebra o Dia Internacional do Idoso, comemorado no dia 1º de outubro

Rodrigo Turazzi/Divulgação l
l

No Brasil, a expectativa de vida atual é de 76,2 anos na média entre homens e mulheres e poderá chegar a 81 anos em 2060. Um dado divulgado pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE) revelou que a proporção de idosos na população nacional ainda deve superar a de crianças e adolescentes. Já a Organização Mundial de Saúde (OMS) anunciou que o número de pessoas com idade superior a 60 anos chegará a dois bilhões de pessoas até 2050.

Muitas vezes negligenciado, o envelhecimento saudável, neste cenário, precisa ser prioritário. É necessário colocar em prática muitas políticas públicas que atendam de forma adequada e eficaz esta parcela numerosa da população. Além dos cuidados com o físico, é preciso que o idoso saiba envelhecer apreciando a vida, vivendo paixões e enfrentando medos das transformações do corpo com um olhar curioso e pleno.

É preciso seguir exemplos de superação, como o da poetisa e contista brasileira Cora Coralina, que teve seu primeiro livro publicado com quase 76 anos e hoje é considerada uma das mais importantes escritoras brasileiras. No caminho incerto da vida, ela afirmava que não tinha medo dos anos, mas temia deixar de semear otimismo e plantar sementes de paz e justiça. "Penso no que faço, com fé. Faço o que devo fazer, com amor", dizia ela.

Para incentivar que um maior número de idosos envelheçam com mais saúde e qualidade de vida, e ainda abrir espaço para discutir e refletir sobre a longevidade, o Sesc acaba de lançar a mostra "Sentidos: a Longevidade na Arte" em suas 38 unidades do Estado. A ação celebra o Dia Internacional do Idoso, comemorado no 1º de outubro, com as linguagens do teatro e da dança. O evento pretende despertar, por meio dos múltiplos sentidos provocados pela arte, um olhar mais profundo sobre a temática do envelhecimento a partir dos 60 anos.

O idoso que for ao Sesc Rio Preto nesta quarta-feira, 3, às 20h, na comedoria, poderá cantar e dançar com a banda Doce Veneno. Formada na década de 1970 pelo maestro italiano Paris Muccillo, o grupo destaca-se pela sua performance. Com um repertório vasto, a banda apresenta músicas imortalizadas por orquestras e músicos consagrados, que vão desde a MPB, passando por canções italianas, caribenhas, sertanejas, samba, pop rock, nacionais e internacionais.

Já nesta quinta-feira, 4, no teatro da unidade, o público irá assistir ao espetáculo "Euforia", de Michel Blois. Após codirigir a peça "E se eu não te amar amanhã", em parceria com a atriz Sandra Werneck, e "Tubarões", que mexe com o íntimo ao refletir sobre o tempo, Blois voltou à condição de ator com o seu primeiro solo. Com direção de Victor Garcia Peralta, "Euforia" é formada por dois textos de Julia Spadaccini.

A peça teatral fala sobre dois grupos pouco explorados quando o assunto é sexo e desejo. No primeiro, Blois vive um idoso homossexual, e, no segundo, uma jovem paraplégica. Em ambos, o ator investiga as nuances do desejo e dos preconceitos. Os textos querem despertar um novo olhar sobre pessoas que, por discriminação ou descaso, não têm suas vidas contadas em teatros com frequência.

O espetáculo discute o desejo de pessoas vistas socialmente como assexuadas. Na primeira parte, o ator vive um idoso de 87 anos, homossexual, e, na outra, uma cadeirante que perdeu o movimento das pernas após um acidente. O objetivo é mostrar que os personagens não são invisíveis em sua sexualidade.

Trabalho social

O Sesc promove várias ações em suas unidades para homens e mulheres com mais de 60 anos. A grade oferece aos idosos espaços de aprendizado e sociabilização, experimentação de linguagens artísticas, de trabalhos corporais e ações em diferentes campos da cultura. Por meio de atividades socioculturais e educativas, voltadas aos idosos, o programa "Corpo e Movimento" visa a promover, principalmente, a sociabilização, a reflexão sobre o envelhecimento, o desenvolvimento de novas habilidades e a integração com as demais gerações.

Uma das atividades é a aula aberta de lian gong, prática corporal chinesa que auxilia na execução das tarefas diárias, contribuindo para o aumento da flexibilidade, do equilíbrio e da força dos participantes. Os encontros serão realizados até o dia 20 de dezembro, às terças e quinta-feiras, das 16h30 às 17h30, na sala de expressão corporal do Sesc.

Serviço

Show da banda Doce Veneno. Nesta quarta-feira, 3, às 20h, na comedoria do Sesc. Gratuito. Espetáculo "Euforia", de Michel Blois. Nesta quinta-feira, 4, às 15h, no Teatro do Sesc. Gratuito. Informações: (17) 3216-9300.

Aviso: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Diário da Região. É vetada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O Diário da Região poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema proposto.

Di´rio Im&ocute;veis

Di´rio Motors

Esqueci minha senha
Informe o e-mail utilizado por você para recuperar sua senha no Diário da Região.

Já sou assinante

Para continuar lendo esta matéria,
faça seu login de acesso:

É assinante mas ainda não possui senha?
Não lembro a minha senha!

Assine o Diário da Região Digital

Para continuar lendo, faça uma assinatura do Diário da Região e tenha acesso completo ao conteúdo.

Assine agora

Pacote Digital por apenas R$ 16,90 por mês.
OUTROS PACOTES


ou ligue para os telefones: (17) 2139 2010 / 2139 2020

Cadastro Grátis
Diário da Região
Clique no botão ao lado e agilize seu cadastro importando seus dados básicos do facebook
Sexo
Defina seus dados de acesso